A data dedicada à criança, 12 de outubro, também é o Dia do Cirurgião Pediátrico. No Hospital Regional Público do Araguaia (HRPA), na sede municipal de Redenção, no Sul do Pará, há um motivo muito especial para comemorar: não há fila de espera para cirurgias em crianças, que são atendidas em até 48 horas após a chegada à unidade de saúde. Com a retomada das cirurgias eletivas, o HRPA realiza esse procedimento em quatro dias da semana, e até quatro cirurgias por dia.

Devido à redução dos casos de Covid-19 no Pará, o Hospital Regional do Araguaia normalizou o atendimento em cirurgias eletivas para adultos e crianças, já totalizando, só neste ano, 224 procedimentos. “Durante o período crítico da pandemia, o Hospital reduziu a quantidade de cirurgias eletivas, o que criou uma demanda de espera. Mas com a retomada do funcionamento normal, não existe mais fila de espera”, informou o cirurgião pediátrico Ugo Bicego Queiroz.

Prevenção – Segundo o médico, a correção das doenças na primeira infância é fundamental para o bom desenvolvimento físico e psicológico. “As cirurgias eletivas durante a infância evitam o risco de a doença agravar. Por exemplo, a cirurgia de hérnia que, conforme o crescimento do paciente aumenta as chances de complicações. O procedimento cirúrgico diminui o risco de problemas na vida adulta”, explicou.

Os casos mais comuns tratados no Hospital são hérnia, fimose e hipospádia (malformação genética que provoca a abertura anormal da uretra). Também são realizados procedimentos intraparto, corrigindo malformações antes mesmo do nascimento. O cirurgião pediátrico Ugo Bicego disse que o HRPA foi pioneiro nesse método no Estado, em 2015, antes mesmo de ser adotado por hospitais em Belém.

Serviço: Pacientes pediátricos que necessitam de cirurgia devem ser encaminhados pelo serviço de saúde do município para consulta e marcação do procedimento necessário.

Fonte: Agência Pará
Foto: Débora Barbosa – Ascom/HRPA