A campanha feita pelo Atlético-MG no Brasileiro gera expectativa e ansiedade no torcedor para conquistar o título do campeonato depois de 50 anos. Neste sábado, o Galo venceu mais uma (3 a 1, em cima do Ceará, no Mineirão), e segue líder isolado, com 53 pontos. O técnico alvinegro, Cuca, fez uma breve análise dos números para o clube conquistar o tão sonhado título.

– O que a gente pode fazer…. É a experiência de ter disputado quase todos os brasileiros de pontos corridos. Então você faz uma média, você tem 114 pontos a disputar, se você fizer dois pontos por jogo de média, você vai ter 66%, coisa que vai girar em torno de 75/76 pontos – disse

 

“Isso é uma média que você faz para o campeonato, normalmente os times que conseguem essa pontuação saem campeão”

Pelas contas do técnico, Galo teria ainda mais 23 pontos para conquistar a taça. Faltando 14 rodadas para o fim, o Galo teria que vencer entre sete e oito partidas.

No jogo em que marcou o centésimo de Cuca como mandate à frente do Atlético-MG, o time mostrou personalidade para dominar o Ceará. No primeiro tempo, Hulk marcou duas vezes; Diego Costa e Nacho entraram na etapa final e construíram o terceiro gol alvinegro.

– Eu acho que foi um jogo muito intenso, um jogo de um pegada muito forte, uma qualidade, velocidade na troca de passes, né?!

– Apesar de não ter tido grandes oportunidades no primeiro tempo, você tinha o controle do jogo e sabia que fazia parte do jogo de você ir minando o adversário dentro do que você estava fazendo, que em algum momento você ia fazer o gol. No segundo tempo fizemos a troca e também em outro perfil de time, fomos bem.

Hulk comemora segundo gol do Atlético-MG — Foto: Fernando Moreno/Agif

Sinergia com torcida

 

Na noite deste sábado, 10.265 torcedores do Atlético ocuparam as arquibancadas do estádio. Cuca avaliou que os torcedores são “trabalhadores” e que empurraram o time para a vitória. Além disso, treinador exaltou a relação do elenco com a arquibancada.