O tratamento de uma infecção no ouvido acabou trazendo vários desconfortos a uma mulher de 38 anos. Rachel Carey, começou a tomar antibiótico e paracetamol receitados por médicos em Dallas, nos Estados Unidos, mas na manhã seguinte a consulta, ela sentiu sua pele borbulhar.

Rachel conta que já tomou as medicações outras vezes, sem problemas. “Eu nem me reconheci ao me olhar no espelho, me sentia um monstro. Já tinha tomado os remédios anteriormente, mas não sei o motivo. Meu corpo os rejeitou desta vez”, disse.

Ela foi três vezes ao hospital, mas foi mandada de volta para casa em todas. Na quarta vez, ela foi internada em uma unidade de tratamento para pessoas com queimaduras, pois sua condição havia piorado drasticamente. Ela passou 12 dias internada.

“Comecei a sentir coceira e percebi que a pele da minha nuca estava borbulhando”, contou Rachel. Ela descobriu que sofria de Síndrome de Stevens-Johnson, uma doença rara e grave da pele e das membranas mucosas que causa a morte da camada superior da pele. A doença é causada, geralmente, por uma reação a medicamentos.

“Foi muito doloroso. Parece que você está queimando de dentro para fora. Parecia ser mordido por todo o meu corpo por milhares de formigas vermelhas”, relatou. “Foi traumatizante e intenso ver meu rosto e minha pele tão diferentes. Eu nem me reconheci quando me olhei no espelho. Eu me senti um monstro”.

 

Fonte: O Liberal
Foto: Reprodução/arquivo pessoal